Siga-nos

Perfil

Expresso

A mobilidade social descendente

Numa era em que o crescimento económico estagnou na Europa, o aumento da mobilidade social significa não só a subida dos filhos dos pobres a lugares cimeiros da hierarquia como a descida, na escada social, de rebentos das antigas famílias privilegiadas. De facto, algumas das pessoas que pertencem à elite social têm-se-me queixado de que “agora” toda a gente deu em ser engenheiro, em escrever romances e em exercer medicina. Traduzindo: os filhos e netos delas, que tinham um lugar assegurado no topo, têm hoje de competir com meninos nascidos entre as ervas. Como sempre no nosso país, a concorrência é olhada de forma negativa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido