Siga-nos

Perfil

Expresso

O Estado é surdo

Nos sussurros que me chegam quando passeio no meu bairro, nas opiniões que ouço quando almoço em restaurantes, nas conversas escutadas nas farmácias onde vou fico a par das atitudes relativas à chamada Segurança Social. Para uns, esta só serviria para alimentar a mandriice dos pobres; para outros, o Estado daria pouco a quem mais precisa. Os primeiros prefeririam entregar os apoios sociais à Igreja, os segundos expulsar uma instituição que tresanda a incenso. Estes campos não comunicam entre si, preferindo anatematizar-se. É impossível explicar a alguém de esquerda que alguns apoios estatais funcionam bem ou a alguém de direita que a sopa dos pobres já não é receita para nada.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)