Siga-nos

Perfil

Expresso

A hora de Fátima

O momento das ‘aparições’ de Fátima foi um dos mais difíceis da República. As dificuldades de abastecimento, provocadas pela I Grande Guerra, tinham agravado uma situação económica periclitante. Entre 1917 e 1918, uma em cada treze famílias vira partir para a frente de combate um dos seus membros. O chefe do Governo, Afonso Costa, era odiado pela população. A reacção não tardou a surgir. Embora à distância, Salazar olhou com benevolência as aparições. E o número de peregrinos não parou de crescer.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)