Siga-nos

Perfil

Expresso

O país que gosta 
de torresmos

Sempre gostei de ler relatos de estrangeiros sobre nós. Tenho muito por onde escolher, especialmente entre os escritos no século XIX. A frase mais célebre é a de Lord Byron que, após ter estado em Sintra em 1809, afirmou: “Mas qual o motivo por que a Natureza optou por desperdiçar as suas maravilhas com este povo?” D.I. Ruders queixava-se dos insuportáveis cheiros da capital, W.M. Kinsey denunciava a tirania dos confessionários, o príncipe Lichnowsky lamentava que o património nacional fosse votado ao desprezo e W.P. Wilde (o pai de Oscar Wilde) dizia que o povo português havia sido “degradado pela ignorância e pelas mais estúpidas superstições”.

para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)