Siga-nos

Perfil

Expresso

As tribos sociais

  • 333

Li recentemente dois livros interessantes, “The Son Also Rises: Surnames and the History of Social Mobility”, de G. Clark (2014) e “Primates of Park Avenue”, de W. Martin (2015). O primeiro, que analisa a influência dos apelidos no futuro dos descendentes, é mais documentado, mas gostei mais do segundo. A autora, Wednesday Martin, tinha-se mudado pouco antes, com o marido e os filhos, para um bairro chique de Nova Iorque, o Upper East Side. Uma vez ali, usou os seus conhecimentos de antropóloga para observar, como se de uma tribo da Polinésia se tratasse, os rituais das vizinhas, descrevendo as suas obsessões: as festas que rodeavam os casamentos dos filhos, a preocupação com a beleza, a mania de usar carteiras de marca. As barbies com quem se cruzava eram patéticas.

para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)