Siga-nos

Perfil

Expresso

Subversão do fisco

  • 333

Aprendi a encarar as obrigações fiscais como uma prestação pecuniária que não é comparável a nenhum outro encargo, dadas as suas características e natureza únicas, de que destaco o seu carácter obrigatório e a criminalização da fuga ao cumprimento deste dever. Estes aspetos resultam de essa contribuição se destinar ao pagamento de despesas que beneficiam globalmente toda a sociedade através da prestação de serviços considerados indispensáveis ao bem-estar geral como, por exemplo, a Defesa, a Segurança ou a Justiça.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI