Siga-nos

Perfil

Expresso

O gládio e a pena

  • 333

Vi os Óscares e veio-me à cabeça escrever sobre Norman Mailer. Melhor, lembrei-me da amante dele, Carole. Mailer morreu em 2007, e nenhuma das adaptações dos seus livros ao cinema ganhou um Óscar, nem “The Naked and the Dead”, que Raoul Walsh filmou, e muito menos “Tough Guys Don’t Dance”, que Mailer, feito homem dos sete ofícios, escreveu, adaptou e realizou. Carole, a amante, foi, por razões que vão ver, o mais perto que Mailer esteve dos Óscares.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI