Siga-nos

Perfil

Expresso

A morte cansada

  • 333

Não vou falar dele, mas vou dizer o nome dele: Ronald Reagan. Para os leitores bebés do Expresso que andam na casa dos 30, acrescento que, além de Presidente, Reagan foi também actor. Não vamos agora discutir-lhe os méritos. Até porque é Junho de 2004 e Reagan vai a enterrar. A televisão transmite o funeral e Billy Crystal assiste, na sala da sua casa, que não é exactamente um T0 em Marvila. Toca o telefone, Billy atende e é Reagan, a ineludível voz de Reagan, que lhe fala do outro lado da linha. O espanto de Billy é cristalino: “Mas como é que me pode estar a telefonar, se está morto?”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI