Siga-nos

Perfil

Expresso

Lolita e Hitchcock

  • 333

Olhamos para o colo gordo de Hitchcock e é tentador pensar que ele podia ter sentado uma ou outra Lolita nesse regalado conforto. É verdade, dava-se com Nabokov, pai de todas as Lolitas. Telefonavam-se e carteavam-se. Que se saiba, Nabokov nunca lhe pediu que adaptasse a sua “Lolita” ao cinema. Hitchcock pediu. Em 1964, pediu a Nabokov que escrevesse o guião de duas ideias que lhe vieram à cabeça. Uma era puro artesanato hitchcockiano.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI