Siga-nos

Perfil

Expresso

TAP: o regresso à normalidade

O regresso da TAP à agenda política e mediática estava escrito nas estrelas. Era uma inevitabilidade. A transportadora aérea nacional tem sido vítima de decisões políticas ao sabor dos tempos e das conveniências. Primeiro, um processo de privatização que começou e acabou à pressa e a desoras, feito pelo Governo de Passos Coelho. Depois uma “reversão” confusa para cumprir uma promessa eleitoral, executada pelo Governo de António Costa. Na ausência de uma estratégia clara e de longo prazo, a TAP tem vivido ao sabor dos humores dos políticos. A TAP é hoje uma empresa em que o público e o privado se misturam de uma forma no mínimo estranha.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)