Siga-nos

Perfil

Expresso

Sob o manto da patetice

O senhor Dijsselbloem é socialista, o que na versão holandesa e do próprio quer dizer social-democrata. É, portanto, a não ser que isto ande tudo baralhado, um político de esquerda. Foi ele e não o odiado senhor Schäuble, esse sim um político de direita, que disse o que disse sobre os países do sul: “Não posso gastar todo o meu dinheiro em álcool e mulheres e depois pedir ajuda”. O senhor Dijsselbloem, presidente do Eurogrupo, já tinha revelado alguma falta de bom senso no passado. A pesada derrota nas recentes eleições do seu país deve ter acabado com o resto, atirando-o para o registo da má-criação, para não dizer pior.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)