Siga-nos

Perfil

Expresso

Correias de transmissão

Acabamos o ano em paz. No ano que agora termina as greves reduziram-se para um terço do ano anterior. Manifestações nem vê-las, além das obrigatórias. Ninguém pede a queda do Governo. O Teatro da Cornucópia está em risco de fechar e nem uma vigília foi convocada pelo Bloco de Esquerda. O ministro da Cultura lá teve de ir, arrastado pelo Presidente da República, prometer qualquer coisa, sem se perceber muito bem o quê.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)