Siga-nos

Perfil

Expresso

Mordaça na banca

Depois de ter falado (quase) todos os dias sobre a Caixa Geral de Depósitos, o Presidente da República quer que a banca deixe de ser motivo de querela partidária. Ou seja, que um manto de silêncio caia sobre o que se passou e provavelmente sobre o que se vai passar. António Costa bate palmas. Muita outra gente bate palmas. Afinal, o problema da Caixa está encontrado: era António Domingues. Nos últimos tempo Marcelo fez de primeiro-ministro. António Costa fez que não era nada com ele. A chamada colaboração institucional fez a sua vítima. Siga a dança. Sem música, para ninguém notar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)