Siga-nos

Perfil

Expresso

“É o crescimento, estúpido!”

  • 333

Foi mais ou menos isto que, durante quatro anos, a esquerda buzinou aos ouvidos de Passos Coelho. Pelo lado do PS, primeiro António José Seguro e depois António Costa. Pelo lado do PCP e do BE, os mesmos. Austeridade, não. Crescimento, sim. A primeira afundava a economia. O segundo iria salvá-la. Algumas almas tresmalhadas do centro e da direita, daquelas que andam sempre com problemas de consciência, batiam na mesma tecla. Uns quantos comentadores, daqueles que adoram dizer o que soa bem nas televisões, aderiram à festa. A austeridade iria levar o país à ruína e ao caos social.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)