Siga-nos

Perfil

Expresso

Notas de verão

  • 333

1 No final da semana passada, após ter recebido os partidos em Belém, o Presidente da República descansou o país anunciando que tinha terminado a crise política. “Evaporou-se”, garantiu. Qual crise? Pode ser falha minha, uma imperdoável desatenção, mas não dei por nada. A geringonça esteve perto de se desconjuntar? O PSD pediu eleições antecipadas? O CDS vai apresentar uma moção de censura? Nada. Nada de nada. “Evaporar” uma crise de que ninguém deu conta é mais um das originalidades da (nova) política portuguesa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)