Siga-nos

Perfil

Expresso

A escrita, como refúgio

Comparada com as megainstituições culturais de Nova Iorque — do Met Museum e MoMA à Met Opera e Public Library —, a Morgan (na Madison Avenue e 36th Street) pode passar despercebida, mas é lá que encontro as exposições mais inusitadas e bem-pensadas. Além da magnífica biblioteca e recheio da casa do formidável banqueiro J. P. Morgan, há sempre várias exposições e uma pletora de concertos de câmara. Tirando os parques, os restaurantes de Chinatown, a Academy Records na 18th Street e alguns alfarrabistas, é o meu sítio de eleição em Nova Iorque.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)