Siga-nos

Perfil

Expresso

Shakespeare e os refugiados

Todo o artista é um revolucionário”, confirmou recentemente Vanessa Redgrave, explicando: “Queremos contribuir para a mudança; mas antes de querer, temos de perceber como é que essa mudança pode ser efetuada”. O que mais admiro nos anglo-saxónicos é o seu pragmatismo. Aos 80 anos, muito debilitada por um grave ataque cardíaco em 2015, a grande atriz estreou-se na realização com um documentário, “Sea Sorrow”, sobre o calvário e o ‘mar de mágoas’ dos refugiados.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)