Siga-nos

Perfil

Expresso

“Chama-o pelo seu nome”

Em 1967, na sequência das recomendações do Relatório Wolfenden, o Parlamento britânico aprovou o ‘Sexual Offences Act’, segundo o qual o “comportamento homossexual acordado entre adultos e conduzido em privado deixa(va) de ser criminoso” em Inglaterra e no País de Gales. (Na mais puritana Escócia, tal só viria a acontecer em 1980, e na Irlanda do Norte em 1982.) Caía assim uma lei de 1885 que punia tal comportamento com a prisão (como escandalosamente acontecera a Oscar Wilde em 1895).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)