Siga-nos

Perfil

Expresso

Ministério

  • 333

Sempre acreditei que a única coisa por que vale a pena lutar é a liberdade; e que a única coisa que fica quando tudo o resto acaba é a cultura. (Veja-se, por exemplo, o caso da civilização maia.) Havendo liberdade tudo é possível (embora, muitas vezes, difícil). A falta de liberdade é que destrói a cultura. Basta recordar a Entartete Kunst decretada pelos nazis, ou seguir, impotente, o destino de Palmira sob o Estado Islâmico. Vem isto a propósito da estafada questão da Cultura ser ou não ser Ministério. Em Portugal há esta velha mania de acreditar que os títulos é que fazem as coisas, quando o importante são as pessoas (o dinheiro também ajuda).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI