Siga-nos

Perfil

Expresso

O Expresso e Salgado

Quando, em agosto de 2013, comecei a investigar o que se passava com dois fundos da então Espírito Santo Ativos Financeiros (ESAF), estava longe de imaginar que estávamos no início do fim do Grupo Espírito Santo. Passaram três anos e quase todos os dias aparece uma pista que nos leva numa nova direção. Hoje é possível dizer que a teia de interesses criada por Ricardo Salgado era tão grande quanto a sua fama. E quando ela envolve acusações de pagamento de milhões de euros ao então primeiro-ministro José Sócrates é possível imaginar que muito há ainda para ser descoberto

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)