Siga-nos

Perfil

Expresso

Knock-out

  • 333

Passaram dois anos desde que descobrimos que alguns membros da família Espírito Santo eram santos na praça pública e espíritos no recato das reuniões onde decidiam como enganavam uns e outros. Passaram quase dois anos e há vítimas, suspeitos, arguidos e até culpa. Só não há culpados. E no rol de possíveis responsáveis faltam ainda muitos nomes.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI