Siga-nos

Perfil

Expresso

O naufrágio

  • 333

2016. O ano começa a ter semelhanças terríveis com os tempos que nos levaram a um resgate cruel. Já não é possível encontrar hoje quem queira comprar dívida pública portuguesa a preços aceitáveis. Excluindo o BCE, os investidores estão outra vez a fugir do risco Portugal. E o que faz o Governo perante o que se está a passar? Nada. Mudam as caras do Governo mas o discurso é o mesmo. A subida das taxas de juro é normal, tudo não passa de um equívoco, Bruxelas está tranquila, as medidas são suficientes. Só falta ouvir que a culpa é dos especuladores e das agências de rating.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI