Siga-nos

Perfil

Expresso

O candeeiro

  • 333

Vamos supor que o PS tinha sido o partido mais votado das últimas eleições legislativas. Com mais votos e deputados do que a coligação, mas sem maioria absoluta. A noite eleitoral seria marcada pela conclusão óbvia de que o PS tinha ganho as eleições. António Costa era o herói da noite. Ninguém questionaria a sua legitimidade de ser o próximo primeiro-ministro, mesmo sabendo que mais de metade dos portugueses votaram contra ele, (o que na realidade aconteceu de forma expressiva).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI