Siga-nos

Perfil

Expresso

Raymond Kopa (1931-2017)

Raymond Kopaszewski, abreviado às vezes para Kopa desde que jogava na rua com outros miúdos e para sempre quando um treinador lhe explicou que era mais fácil de reter pelo público, que morreu a 3 deste mês em Angers, filho de mineiro polaco e da mulher deste, imigrados em França e fixados na vila de Noeux-les-Mines, Pas-de-Calais, onde a instrução pública era rudimentar e quer as forças vivas locais quer o Ministério da Educação em Paris pouco faziam para que deixasse de o ser, a fim de manter mão-de-obra barata à disposição das companhias mineiras, tendo ele a partir dos 14 anos descido todos os dias úteis 612 metros dentro de mina para empurrar de manhã à noite sobre carris um dos pequenos vagões que carregavam e descarregavam carvão.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)