Siga-nos

Perfil

Expresso

John Mulvaney (1925 - 2016)

Derek John Mulvaney, que morreu em Camberra no passado dia 21 de Setembro, foi o primeiro arqueólogo a praticar na sua Austrália natal que era considerada pelos europeus nela fixados desde os fins do século XVIII — os barcos do capitão Cook haviam descoberto o Continente, arribando a este em 1788 — parte do mundo povoada há tão pouco tempo que vestígios humanos do passado eram recentíssimos: julgava-se também que os aborígenes que os europeus lá encontraram, desconsideraram, maltrataram (não eram brancos, nem cristãos — nem sequer muçulmanos ou budistas — não tinham escrita e andavam quase nus) e em pouco tempo confinaram a ‘reservas’ onde os mantiveram mais de um século distantes dos recém-vindos, haveriam chegado dois ou três séculos antes. Dispensavam-se estudos arqueológicos no país pois, se história tinha pouca, pré-história então não tinha nenhuma.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)