Siga-nos

Perfil

Expresso

Benoîte Groult (1920-2016)

  • 333

Benoîte Groult (os pais estavam tão convencidos de que nasceria um menino a quem já chamavam Benoît que, quando ela veio ao mundo não lhes ocorreu mais do que feminizar o nome mas como, talvez de tão raro, soava mal, passaram a tratá-la por Rosie, nome que ela viria a abandonar em crescida, juntamente com outros valores e práticas do meio em que nascera, regressando a Benoîte e usando-o como escritora e como militante feminista), que morreu tranquilamente no seu sono na noite de 19 para 20 deste mês na casa de Hyères no sudeste de França, construída aproveitando antigo moinho cuja escada interior continuava a subir sem ajuda.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)