Siga-nos

Perfil

Expresso

Este estranho mundo de apenas ‘sim’ e ‘não’

Artur Debat

Há um movimento político em marcha que faz lembrar os tempos medievais, quando o riso era condenado e a castidade um valor supremo. É bom que se distinga entre crime e malandrice. Só vale acabar com o primeiro

A palavra ‘talvez’ é importante. Distingue-nos dos computadores, feitos de ‘sim’ ou 1 (passa corrente) e ‘não’ ou 0 (não passa corrente). Resumir tudo a zeros e uns tem levado os homens que se ocupam da informática e da inteligência artificial a tentar progredir nas zonas cinzentas entre o ‘sim’ e o ‘não’. Um mundo a preto e branco é um lugar de dogmas, de certezas, de axiomas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido