Siga-nos

Perfil

Expresso

Esse ar que por aí se respira

Começar um texto pela evidência de condenar o assédio sexual, o machismo, o sexismo e todos os comportamentos desviantes modernos (os antigos eram outros) lembra, de imediato que a liberdade não está a ser exercida em pleno. É necessário não ser mal interpretado, sob pena de ser perseguido. Começo, pois, também assim: o assédio sexual é uma violação da liberdade absolutamente condenável.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)