Siga-nos

Perfil

Expresso

O caso Passos Coelho

  • 333

O líder do PSD vai ser, uma vez mais, eleito líder do PSD, sobre isso não há dúvidas. Do que há é sobre o tempo que aguenta nessas funções. E, nesse aspeto, o seu caso é semelhante, embora inverso, ao do primeiro-ministro. Quanto mais durar um menos dura o outro. Assaltar o poder no PSD não traria qualquer vantagem aos sociais-democratas. Por isso ninguém o assalta.
Passos — lembram-se? — ganhou as eleições. E se já é ridícula a regra de substituir qualquer líder que perca umas legislativas, mais ridículo seria afastar quem as ganhou.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI