Siga-nos

Perfil

Expresso

Economia Real

38 pareceres, senhor!

A maioria dos pareceres formulados são vagos, opinativos, descritivos, focados em aspetos qualitativos, ou seja, são completamente inúteis.

Luis Todo Bom (www.expresso.pt)

Se o nosso Eça, de "A Relíquia", cá voltasse e contactasse com a realidade empresarial na sua relação com a administração pública, certamente que escreveria "38 pareceres para a aprovação de um projeto imobiliário-turístico de qualidade e vocação internacional! São pareceres a mais para um país tão pobre e pequeno!". Este é o verdadeiro problema do Estado. Não é só o que gasta, mas sobretudo, o que atrapalha, o que atrasa, o que impede que o país ganhe. Este número absurdo de pareceres, em regra sem prazos máximos, é a norma para a aprovação de qualquer projeto de investimento privado.

Escolha uma das opções para ler o artigo inteiro