Siga-nos

Perfil

Expresso

Quem a Europa perdeu

  • 333

É comum a superficialidade levar a um erro de análise: acreditar que as razões expressas pelas pessoas para uma determinada ação são as causas dessa ação. Quase todas as análises sobre o resultado no referendo britânico concentram-se em duas coisas: o histórico euroceticismo dos britânicos e a base xenófoba do discurso que levou à vitória do ‘Brexit’. O primeiro apresenta um facto permanente para um resultado que, ao fim de tantos anos de integração, tem de ser explicado por uma variável. O segundo apresenta um facto indiscutível. Mas a xenofobia é uma manifestação de um desconforto, não é obrigatoriamente a causa desse desconforto, que se vai sentido um pouco por toda a Europa e se manifesta de forma diversa e até contraditória em cada Estado.

para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)