Siga-nos

Perfil

Expresso

A morte excede-nos

Temos 25 anos para fazer boa figura. Esta lei, precisa como as leis da física, ordena que aspiremos à perfeição entre os 20 e os 45 anos. Os 20 anos são a idade do princípio do esplendor, e damos por esgotados os embaraços e vergonhas do crescimento. Amaldiçoados pela frase de os 20 anos não serem a melhor idade da vida, uma daquelas literatices que impendem sobre a tradição da citação, os 20 anos continuam a ser a idade perfeita. Para usar um verbo feio, a idade para desabrochar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)