Siga-nos

Perfil

Expresso

Trabalhos de Hércules

Existe uma razão sólida para não sermos nós a governar o país. E delegarmos essa competência num grupo de pessoas com formação e ambição para o fazer. As consequências de deixar ao voto popular direto decisões maiores como a saída da União Europeia são catastróficas, como toda a gente percebeu exceto os prosélitos e os que desejam reinar sobre a desordem e construir sobre as ruínas. Penso o mesmo sobre a Catalunha. O empobrecimento que as guerras e guerrilhas do futuro trarão para a região é brutal, do mesmo modo que o ‘Brexit’ empobrecerá e diminuirá a Grã-Bretanha. Nos Estados Unidos, a eleição de Trump demonstra que a sageza dos povos não é infinita, e na era da informação tecnológica em tempo real e das redes, a manipulação do descontentamento, e existe sempre descontentamento, é fácil e irreversível. Será muito difícil à América ver-se livre de Trump. O declínio anglo-saxónico perante a China e a Ásia desenvolvida pela China, que não tem os problemas da democracia, é inevitável.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido