Siga-nos

Perfil

Expresso

Os filhos de ninguém

Jimmy está sentado num dos degraus do templo budista, a limpar o suor da testa. A anglicização do impronunciável nome torna as coisas menos complicadas. Jimmy fala inglês e repete que não é “bengalês”. Leia-se rohingya. A família veio da Índia no tempo do império britânico, os antepassados foram soldados coloniais quando Birmânia fazia parte da Índia. As fronteiras e os vizinhos são o principal problema birmanês.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)