Siga-nos

Perfil

Expresso

A mãe de todas as guerras

  • 333

O relatório Chilcot, ordenado por Gordon Brown, acaba de ser publicado. Não é a ocasião mais favorável para a Grã-Bretanha, que conhece pela primeira vez em muito tempo a humilhação e downgrading da sua vida pública. O velho parlamentarismo inglês, no país que deu ao mundo os Monty Python, reduzido a uma caricatura. Boris, Gove, Cameron, Farage, Corbyn e companhia fizeram mais por isto. Como avisou Churchill, unidos venceremos, divididos seremos vencidos. Neste cenário de cobardes e demissionários, Tony Blair poderia voltar a emergir como um chefe mais ou menos responsável. No trabalhismo, deve ter havido quem suspirasse pelo blairismo. Até ao Iraque, Tony Blair foi o maior político inglês desde mrs. Thatcher.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)