Siga-nos

Perfil

Expresso

Snobs e outros engraçadinhos

  • 333

Marcelo mudou as campanhas para sempre. Aquilo que fez, e que foi tão duramente criticado, foi dirigir-se diretamente ao povo que o elegeu Presidente

campanha de Marcelo Rebelo de Sousa acabou com o elitismo das campanhas presidenciais, patrocinado durante décadas com carinho pela esquerda e a direita. Ao recusar Comissões de Honra e Comissões Políticas com os notáveis do país, VIP avulsos e personalidades conhecidas, ao prescindir das máquinas partidárias, da propaganda das agências de comunicação, dos génios da publicidade brasileiros pagos a peso de ouro, dos slogans encomendados, dos especialistas do nó da gravata e dos assessores de imprensa com amigos nos media, ao recusar séquitos e motoristas, guarda-costas e protetores vários, ao fazer orelhas moucas a conselheiros e voluntários, Marcelo mudou as campanhas políticas para sempre. Aquilo que fez, e que foi tão duramente criticado pelos jornalistas e analistas, foi dirigir-se diretamente ao povo que o elegeu Presidente. Conversou com as pessoas, andou no meio delas, argumentou com elas sem ter uma resposta ensaiada. Nesta espontaneidade, que em Marcelo Rebelo de Sousa é um gosto da vida, se fez a tal campanha “despolitizada”. E paga do bolso dele.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI