Siga-nos

Perfil

Expresso

Nicolau Santos

A taxa Buffett e a taxa Amorim

O Governo acredita que quando tudo o que for público estiver arrasado, o país ressurgirá das cinzas, por ação de uma dinâmica iniciativa privada.

Nicolau Santos (www.expresso.pt)

A 14 de agosto, num artigo publicado no "The New York Times", o norte-americano Warren Buffet, terceiro homem mais rico do mundo, pediu aos políticos para deixarem de "mimar" os ricos com isenções fiscais, aumentando os impostos sobre milionários como ele próprio. "Alguns de nós somos gestores de fundos de investimento e ganhamos milhões de dólares por dia, mas é-nos permitido classificar os ganhos como rendimentos de juros", que são taxados com apenas 15%, disse, quando a generalidade dos trabalhadores por conta de outrem paga bastante mais. A intervenção provocou ondas de choque em todo o mundo e o Presidente Obama apresentou recentemente uma proposta que vai exatamente nesse sentido, mas que já conta com a feroz oposição dos republicanos. Em Portugal, o assunto foi afastado como quem enxota uma mosca.

Escolha uma das opções para ler o artigo inteiro