Siga-nos

Perfil

Expresso

O banco Montepio não é o BES

Os tempos têm andado agitados para a Associação Mutualista Montepio Geral e para a Caixa Económica Montepio Geral, entre resultados negativos, atos de gestão questionáveis, assembleias gerais quentes e uma fricção crescente entre os presidentes das duas entidades. Além de mais, depois da implosão do BES e do Banif, a Caixa Económica aparece claramente como o banco com mais problemas do sistema financeiro. Daí a dizer-se que se está perante um novo BES vai um passo que é necessário travar. O Montepio não é o BES, por duas razões fundamentais. A primeira é que, ao contrário do que se passava no universo Espírito Santo, aqui o banco (a Caixa Económica) não está exposto à Associação Mutualista. Não há nenhum financiamento da CEMG à AMMG. E isto faz toda a diferença. E a segunda é que nem Tomás Correia, atual presidente da associação mutualista, nem José Félix Morgado, presidente da Caixa Económica, têm o peso que tinha Ricardo Salgado.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)