Siga-nos

Perfil

Expresso

O insustentável peso das dívidas

Em matérias de dívidas, o país, a avaliar pela opinião de comentadores e analistas, parece que só tem um problema, o da dívida pública. Ora se no final de 2016 a dívida pública pesava 130,5% do Produto Interno Bruto (€241,1 mil milhões), a dívida das empresas correspondia a 143% (€264 mil milhões) e a das famílias a 77,6% (€143,3 mil milhões). Logo, o país não tem um, mas pelo menos dois grandes problemas com as dívidas: se a do Estado é muito penalizadora, acarretando o pagamento de encargos com juros que se aproximam dos €8 mil milhões anuais (mais do que o orçamento do Ministério da Educação) e limitando fortemente o investimento público, também as empresas, com o elevadíssimo endividamento que atingiram, a par de uma estrutural subcapitalização, estão muito condicionadas na sua capacidade para apostar em novos projetos.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)