Siga-nos

Perfil

Expresso

Banca, investimento & preocupação

  • 333

O endividamento do Estado português está a crescer. Depois de ter atingido os 130% do PIB em 2014 entrou numa trajetória descendente (129% em 2015), que se supunha sustentável. Contudo, os primeiros seis meses deste ano não trouxeram boas notícias: o rácio passou para 131,6% do PIB e a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos, implicando uma injeção direta de €2,7 mil milhões de dinheiro público, torna completamente inviável o objetivo do Governo de 124,8% para 2016.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)