Siga-nos

Perfil

Expresso

Coisas que o povo não entende porque lhe falta bestunto e golpe de asa para as entender

Este texto podia chamar-se um pot-pourri, que literalmente, em francês, significa um vaso podre mas que se usa como significado de misturas de diversos estilos, assuntos ou canções; ou talvez um patchwork, que literalmente, em inglês, significa um trabalho com remendos, mas que se usa com o sentido de combinação de vários estilos ou assuntos; ou mesmo uma rapsódia, que se utiliza em português (e noutros idiomas cultos) para designar uma sucessão de músicas que pouco ou nada têm que ver umas com as outras, embora originalmente significasse a recitação de um poema épico, tendo, aliás, dado origem ao substantivo rapsodo, como se chamavam os desgraçados que andavam de terra em terra a cantar canções épicas, ao contrário dos trovadores que só cantavam coisas fofas de amor.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)