Siga-nos

Perfil

Expresso

Aqui se explica algo de básico: devíamos ter férias de 
6 de dezembro a 8 de janeiro

De vez em quando, o Hanukkah, festa hebraica destes tempos, começa a 6 de dezembro, ou seja, 25 de kislev no calendário hebreu. Na verdade, começa na noite anterior ao pôr do sol, mas não sejamos picuinhas. Ainda no ano passado o Hanukkah foi nessa data, e o facto de neste ano começar precisamente no pôr do sol de 23 de dezembro é mera coincidência com a festa cristã de 24 para 25. Pensámos por isso — eu e uma caterva de sábios como eu — que, tendo em conta que para o ano o 25 de kislev calha a 12 de dezembro, mas no ano de 2018 a 2 de dezembro, manifestamente cedo, devíamos fazer como os economistas: uma mediana de datas e colocar o dia 6 deste mês como início dos festejos sincréticos do Natal cristão, Hanukkah, Natal ortodoxo, Mitra Solar e Saturnálias pagãs.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)