Siga-nos

Perfil

Expresso

De modo que isto agora 
está tudo ao contrário e nós apoiamos os nossos inimigos

A minha conversa com um tipo cujo nome não recordo, mas que sabe ligeiramente mais do que o Nuno Rogeiro sobre assuntos, foi de molde a deixar-me ainda mais baralhado do que já estou. Até mais ou menos o mês passado, nada se passava no mundo sem o meu consentimento ou, pelo menos, conhecimento. Ultimamente, ou por andar aflito dos joanetes ou porque o mundo está parvo, começou tudo a descambar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)