Siga-nos

Perfil

Expresso

Memória de um casal de idosos, triste, só, abandonado, ali para os lados do Possolo

  • 333

Eu paro sempre a admirar uma cena que me provoca uma lágrima no canto do olho. Além de parar e de olhar, passei também a escutar. Digamos que tenho com aquela cena a mesma atitude que um cidadão responsável tem com uma passagem de nível. São dois idosos com a roupa puidinha. Vê-se que a vida lhes correu bem no passado mas que agora são tratados como se de cães vadios se tratassem. Agarram-se, olham um para o outro, os corpos magros entrelaçando-se como se ainda fossem jovens e quisessem mudar o mundo com o amor que têm um pelo outro e por eles próprios. Entretêm-se a recordar os tempos em que foram alguém.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI