Siga-nos

Perfil

Expresso

O marasmo do dólar

BERKELEY — O primeiro ano de Donald Trump como Presidente dos Estados Unidos foi, no mínimo, uma abundante fonte de surpresas. Uma das maiores, nos círculos que frequento, é a fraqueza do dólar. Entre janeiro de 2017 e janeiro de 2018, a taxa de câmbio efetiva do dólar caiu 8%, surpreendendo muitos dos especialistas. Incluo-me nos surpreendidos (e outros poderão decidir se me qualificarei como especialista).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)