Siga-nos

Perfil

Expresso

Ana Cristina Leonardo

Vai, vai, vai, disse a ave

Esta crónica tinha um arranque que já estava escrito. Era assim: "Queiroz Pereira fala de bolos, Ricciardi fala de mansões, Costa fala de caravelas, Carlos Alexandre não fala nem deixa falar." Depois sentei-me disposta ao resto. Os arranques são importantes. Meio caminho andado. Também tinha título: "O juiz decide". Roubado a um programa da SIC dos idos de 1994, no qual um juiz de verdade encenava julgamentos fictícios. Esclareço: a crónica não era sobre aquele cujo nome não se pode pronunciar, nem sequer sobre o segredo de polichinelo que em Portugal ganhou o nome bizarro de segredo de justiça. Era sobre esta "porra triste", como lhe chamou Jorge de Sena.   

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI.