Siga-nos

Perfil

Expresso

Livro, para que te quero?

A melhor campanha que recordo ter visto pela promoção do livro tinha mosca. Descrevo-a sem precisão fidedigna. Um passageiro vai num comboio a ler. A dada altura, surge uma mosca. O empenhado leitor distrai-se da leitura e tenta afastar a mosca. Esta insiste em incomodá-lo com o seu zzzzz agudo e o seu bailado acrobático (nada de confusões com touradas...). Já completamente alerta, o passageiro abana-se, levanta-se, usa a obra como leque, com destreza semelhante àquela com que uma sevilhana usa um par de castanholas. O anúncio descolou da leitura, e é então que a mosca pousa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)