Siga-nos

Perfil

Expresso

11 milhões é muita gente

Vou dizer um poema. Como o espaço não é longo, vou dizer um poema curto. O autor do poema é Mário Cesariny. Mário Cesariny foi um poeta surrealista português que já morreu. Também pintava. Gosto mais dos poemas. Além de poeta, Mário Cesariny tinha o seu feitio! Também sabia criar laços inusitados entre assuntos que pareciam tão distantes entre si como o Polo Norte dista do Polo Sul. Ou mais além. Um dia tentei acompanhá-lo até Alpha Centauri, mas quando lá cheguei ele já se tinha ido embora. Era um poeta antiburguês. Por exemplo.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)