Siga-nos

Perfil

Expresso

Celebrando a metade do céu

Escrevo na véspera do Dia Internacional da Mulher, por isso... please, allow me. Ao contrário do Dia da Mãe que, desde que me lembro, já mudou várias vezes de data, o 8 de março tem-se mantido estável. As previsões são de céu limpo e temperaturas amenas. Noutros tempos houve incêndios em fábricas, cargas de polícia e mortes. Atendendo apenas ao caso português, onde antes do 25 de Abril ainda as mulheres para sair a fronteira tinham de pedir autorização aos maridos (entre outras obrigações e falta de direitos sui generis), errado seria dizer que não se fez muito caminho.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)