Siga-nos

Perfil

Expresso

Só sei que nada sei ou assim parecido

Se a generosidade pode ser aprendida, nem todos nascemos com vocação para santos. Alturas há em que se mostra um “luxo da alma”, como se diria antes, ou uma forma de empatia suicidária, como talvez se diga hoje. Radicalizando a questão: o altruísmo é contrário à sobrevivência ou sua condição sine qua non? E a sobrevivência individual colide ou não com a da espécie?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)